A Caminho

Foi “a caminho”, com persistência, determinação e nunca desistindo, que este escritório surgiu e se desenvolveu, criando ligações com pessoas que acreditaram em nós e na força do nosso trabalho.

Vamos continuar a caminho!

Registo electrónico obrigatório para pessoas colectivas até 30/06/2019 (prazo alargado)

Lei n.º 89/2017, de 21 de Agosto - 6 Maio 2019

Registo electrónico obrigatório para pessoas colectivas até 30/06/2019 (prazo alargado). Este registo, tem como objectivo a transparência nas relações comerciais como prevenção ao branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo. Com a publicação da Lei n.º 89/2017, de 21 de Agosto, que transpôs para Portugal a Directiva (UE) n.º 2015/849, foi criado o Regime Jurídico do Registo Central do Beneficiário Efectivo (RCBE) e, com ele, surgiu uma nova obrigação para as pessoas coletivas registadas em Portugal: o Registo Central do Beneficiário Efectivo.

O Instituto dos Registos e do Notariado é responsável pela gestão deste Registo Central que vai estar disponível para consulta pelas autoridades judiciais e policiais, bem como pela Autoridade Tributária. Esta base de dados visa conhecer as pessoas individuais que de facto dominam a gestão e são os beneficiários finais das actividades das pessoas colectivas, independentemente da forma jurídica como se relacionam com elas. Qualquer alteração aos dados da empresa ou dos seus beneficiários deve ser registada no prazo de 30 dias; a partir de 2020 a confirmação dos dados passará a ser anual, até ao dia 15 de Julho.

As consequências do incumprimento implicam coimas que poderão ir até aos € 50.000,00 e a entidade que não se registar ficará impedida de aceder a fundos europeus, de fornecer o Estado, de distribuir os lucros e não lhe será emitida a declaração de situação regularizada junto da Administração Tributária.

A I.Câncio Advogados tem apoiado os seus clientes neste REGISTO ELECTRÓNICO OBRIGATÓRIO bem como no REGISTO INTERNO DA ENTIDADE que a empresa deve organizar e manter actualizado, onde devem constar os elementos de identificação de cada sócio, com discriminação das respectivas participações sociais bem como das pessoas singulares que, directa ou indirectamente, beneficiem ou tenham o controlo efectivo das entidades em causa. Podemos apoiá-lo se assim entender!

Ana Soares Baeta

COVID-19: Impacto nos Arrendamentos

29 Junho 2020

COVID-19: Seguros de Crédito e Caução

24 Junho 2020

COVID-19: Impacto na proteção de dados pessoais em contexto laboral

16 Junho 2020

Garantia Bancária: deve o Banco recusar o pagamento?

8 Junho 2020

COVID-19: Revogação da Suspensão dos Prazos Judiciais

1 Junho 2020

COVID-19: Vamos continuar a caminho

29 Maio 2020

Comunicado | Plano de Contingência Covid 19

13 Março 2020

28 anos de actividade

29 Janeiro 2020

Almoço de Natal 2019

16 Dezembro 2019

Salário Mínimo Nacional 2020

21 Novembro 2019

Inteligencial Artificial e o Futuro do Trabalho

8 Novembro 2019

Open Day

25 Setembro 2019

Conferência sobre Networking

24 Setembro 2019

Regresso dos Inventários aos Tribunais

13 Setembro 2019

Direito Real de Habitação Duradoura

5 Setembro 2019

Novo prazo alargado, para o registo electrónico obrigatório para as pessoas colectivas - 30/11/2019

28 Junho 2019

Segurança de informação

28/05/2019

Nomeação Encarregado de Proteção de Dados

3 Abril 2019

Plano de Continuidade RGPD

15 Março 2019

Conferência Ibérica sobre Fintech: novos modelos de negócio e desafios jurídicos

13 Fevereiro 2019

Lançamento do site

1 Fevereiro 2019

Almoço de Natal 2018

21 Dezembro 2018

Eventos e Notícias

Implementação do RGPD

12 Setembro 2018
Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.